Existe uma relação estreita entre a alimentação e saúde bucal, mas muitas pessoas acabam deixando isso passar despercebido, acreditando que os alimentos consumidos não influenciam na saúde dos dentes.

Esse é um pensamento que pode trazer uma série de prejuízos para a saúde, visto que a alimentação possui total relação com a qualidade da saúde bucal e do funcionamento de todo o corpo, nutrindo-o.

Contudo, essa qualidade dependerá exclusivamente das escolhas alimentares feitas no seu dia a dia.

Nesse sentido, é importante ressaltar que não basta cuidar da alimentação, consumindo alimentos saudáveis e nas quantidades adequadas, sem ter outros cuidados de rotina importantes, principalmente em relação à higienização bucal.

Deste modo, também é fundamental balancear alguns pontos importantes, tais como:

  • Alimentação saudável;
  • Hábitos saudável;
  • Higienização bucal de qualidade;
  • Acompanhamento odontológico;
  • Uso de produtos adequados para cada necessidade.

Mas qual é, efetivamente, a relação entre a alimentação e a saúde bucal?

A seguir, veremos de forma mais completa como as opções alimentares podem afetar positivamente ou negativamente a qualidade da saúde bucal.

Por fim, selecionamos alguns alimentos que podem fazer bem para os dentes e outros que devem ser evitados, pois podem ser prejudiciais. Confira.

Surgimento de cáries

O surgimento de cáries é um problema bastante comum, que afeta grande parte da população brasileira e do mundo.

Esse problema pode causar deficiências estruturais nos dentes e as pessoas podem precisar de tratamentos mais específicos de recuperação, como a obturação, extração e, em alguns casos, até o clareamento dental para restabelecer o tom da dentição.

O aparecimento das cáries tem relação direta com a alimentação.

Isso porque as cáries são massas formadas pelo acúmulo das bactérias nos dentes e são geradas pela ação desses microorganismos em contato com os alimentos que não são retirados da arcada dentária.

De modo geral, o açúcar é o principal grupo alimentar que pode causar as cáries e as ações nocivas das bactérias na estrutura.

Doenças gengivais

Diversas doenças gengivais podem acometer a saúde bucal e isso ocorre principalmente pela falta de nutrientes nesta região.

O excesso de alimentos industrializados e sem os nutrientes necessários, fazem com que a gengiva enfraqueça, tornando-a mais propícia para inflamações.

Se a doença gengival se agravar, gerando, por exemplo, uma periodontite, isso pode ser uma situação mais séria, já que essa doença afeta os tecidos que sustentam os dentes e podem impactar os demais tecidos do corpo.

Casos graves, por exemplo, podem levar a perda dos dentes, sendo necessário utilizar um implante dentário para substituí-los.

Na prática, o implante é uma estrutura metálica utilizada para posicionamento das próteses dentárias. Ou seja, é a ferramenta que faz com que as próteses sejam fixadas, fazendo exatamente o papel dos dentes permanentes tradicionais que foram perdidos.

Para se informar melhor sobre esse tratamento, uma pesquisa sobre o valor de um implante dentário pode ser interessante, seja ela feita na internet ou junto ao profissional de confiança.

Fortalecimento dos dentes e do sorriso

Buscar um sorriso fortificado e qualificado é o desejo de muitas pessoas, que passam boa parte da vida cuidando de forma perfeita dos dentes, tendo hábitos saudáveis e reforçando a qualidade da alimentação.

Nesse sentido, existem diversos alimentos que podem ser fundamentais no fortalecimento da arcada dentária.

Fortalecer os dentes é muito importante para que eles não se deteriorem, danificando a estrutura.

Isso é interessante até para evitar a necessidade de tratamentos mais específicos, como a extração, ou mesmo a restauração dental por conta de quebras e apodrecimento.

Dentre as opções estão os alimentos ricos em cálcio, ferro, minerais e demais nutrientes, bem como frutas e vegetais fibrosos, que contribuem até para o cuidado/higienização da cavidade e de estruturas como o aparelho invisivel.

Consumo alimentar durante tratamentos

Existem recomendações específicas sobre os alimentos que as pessoas devem consumir durante a realização de tratamentos dentários.

Isso se dá, justamente por conta dessa forte relação entre o consumo alimentar e a saúde bucal, bem como porque determinados produtos também podem prejudicar os procedimentos, como ocorre com os rígidos em aparelhos dentais.

Se você pesquisar, por exemplo, quanto custa lente de contato dental, você verá diversas recomendações a respeito desse tratamento, além do preço, como ele funciona, as principais orientações, bem como informações a respeito de alimentos e hábitos que devem ser evitados durante o tratamento, especialmente nos primeiros dias.

Apesar desse procedimento ser realizado por um elemento bastante moderno e tecnológico, o uso e tratamento com uma lente de contato dental precisa ser realizado com certos cuidados, assim como outros diversos procedimentos da odontologia.

Alimentos

Após compreender os benefícios e importância da alimentação, confira a seguir a lista com alguns alimentos que são recomendados pela classe de especialistas odontológicos, justamente por possuírem propriedades que fazem bem para os dentes, tais como:

  • Verduras escuras;
  • Alimentos ricos em cálcio;
  • Laticínios;
  • Frutas;
  • Alimentos ricos em fibras;
  • Água.

Em contrapartida, existem diversos alimentos que podem ser prejudiciais para a saúde dos dentes, principalmente quando consumidos em excesso, tais como o álcool, café, refrigerante e açúcares de modo geral, pois comprometem a estrutura e favorecem inflamações e erosões.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.