Aprenda a descobrir os melhores bairros para investir no mercado imobiliário da capital paranaense

Em um boom imobiliário, os compradores de residências clamarão por quase todas as casas que chegarem ao mercado em um bairro potencial. Isso é ótimo enquanto durar, mas quando a festa acabar, apenas os compradores que escolherem os melhores locais terão a propriedade mais valiosa que também se deprecia a um ritmo muito mais lento, especialmente em uma cidade como Curitiba. Essa diferença de valor é em grande parte resultado da localização da casa.

Por essa razão, escolher um bairro com uma boa localização e potencial imobiliário é o caminho certo para o sucesso! E isto pode ser um diferencial para você que está lendo este nosso post, pois a maioria das pessoas não tem ideia do que realmente significa!

Uma boa localização pode significar coisas diferentes para pessoas diferentes, é claro, mas também existem fatores objetivos que determinam o valor de uma casa. Dependendo de suas necessidades e preferências pessoais, você pode não conseguir comprar uma casa com todos esses fatores. E tudo bem. Afinal, uma casa é muito mais do que um investimento. Confira alguns dados importantes a seguir e saber onde morar, como Portão, Cabral, Mossunguê, Pilarzinho ou no centro de Curitiba!

1. Centralidade é importante em Curitiba

O local onde você escolhe morar em uma cidade como Curitiba, sem dúvida, afetará o valor que você paga por sua casa. A terra é uma mercadoria finita, então comprar um apartamento para alugar no Portão pode ser uma estratégia inteligente, uma vez que é um bairro altamente desenvolvido e não têm muito espaço para crescimento adicional; por isso, seus imóveis tendem a ter preços mais altos do que bairros que têm muito espaço para se expandir. Algumas de suas ruas têm um grande número de casas desabitadas e áreas degradadas. Isso faz parte de como a localização impacta o princípio econômico fundamental de oferta e demanda imobiliária.

2. Vizinhança é algo a se considerar sempre

Os bairros mais atraentes para você serão em grande parte uma questão de escolha pessoal. No entanto, um bairro realmente excelente terá alguns fatores-chave em comum: acessibilidade, aparência e comodidades. Seu bairro também pode ditar o tamanho do lote no qual sua casa será construída. Em termos de acessibilidade, deve-se procurar um bairro que se situe próximo às principais vias de trânsito da cidade e que tenha mais de um ponto de entrada, como por exemplo, optar por um apartamento à venda no Água Verde.  Ou ainda, bairros vizinhos, como o Rebouças, o Uberaba e o Seminário, por exemplo.

O deslocamento de ida e volta para o trabalho é uma grande parte do dia de muitas pessoas, então uma casa com fácil acesso a estradas e transporte público será mais desejável do que uma que está escondida e só pode ser acessada por uma rota.

3. Oferta e demanda imobiliária curitibana

A popularidade do bairro desejada pode ser observada com base no tempo que seus imóveis permanecem disponíveis no mercado; se a rotatividade for rápida, você não é o único que acha que este é um lugar desejável para se viver. Um bom bairro para se viver deve incluir comodidades importantes, como comércio em geral, supermercados, lojas e restaurantes, como ocorre em casas no Xaxim, por exemplo. Outros bairros da região sul da cidade, com boa oferta também são Boqueirão, Pinheirinho e Fazendinha.

4. É um bairro em ascensão na capital?

Ao buscar por um imóvel, reserve um tempo para ver se uma propriedade para investimento é uma boa oportunidade – mesmo que os “especialistas” não concordem com você. Você provavelmente já ouviu isso antes: “Investir em imóveis tem tudo a ver com localização.” E é, até certo ponto. Então o que isso significa exatamente? Cada local tem tantos fatores diferentes que fazem o preço subir ou descer, o que significa que você precisa examinar os locais pessoalmente.

Evite aceitar conselhos de estratégia de investimento de pessoas que não conhecem uma área intimamente. Não existe bairro “bom” ou “mau”. Existe apenas “bom” ou “ruim” para seu portfólio específico. Que grau de desenvolvimento de um bairro parece adequado para você? Você está procurando ser o primeiro investidor em um futuro hot spot ou encontrar um local onde a tendência dos valores dos imóveis está aumentando?

Faça sua pesquisa, converse com as pessoas e sinta as características do bairro com alguma experiência em primeira mão. Você também pode fazer pesquisas sobre dados demográficos e estatísticas criminais. Os resultados de uma análise de vizinhança dirão definitivamente se esta localização é ideal para suas necessidades. Bairros em ascensão são Ecoville e Campo Comprido, por exemplo.

5. Conversa local pode ajudar a obter informações preciosas

Não há melhor maneira de sentir o que é um bairro do que conversar com as pessoas que moram nele há muito tempo. Isso pode ser um pouco difícil para quem não é de Curitiba, pois os curitibanos têm a fama de serem pessoas fechadas. Contudo, quem sabe essa não seja uma excelente oportunidade para construir pontes?

Pergunte para aquela vizinha que lhe pareça bem antenada, ao proprietário de um comércio local, se as pessoas geralmente estão entrando ou saindo dos imóveis da região… O que há para as crianças brincar na região… As melhores escolas e locais… Claro, não confie apenas na opinião de uma ou duas pessoas. Se você conversar com um número suficiente de pessoas, terá uma boa ideia de para onde o bairro está indo. E fica a dica: curitibanos adoram conversar sobre o clima, quem sabe esta pode ser uma ótima forma de puxar assunto – mas lembre-se: é importante elogiar a cidade, ok?!

6. Analise dados concretos

Uma análise adequada do mercado imobiliário não dirá se o bairro é bom ou ruim. Ele dirá exatamente quais investimentos podem tornar aquele bairro um vencedor e o ajudará a localizar joias subestimadas.

Conhecer essas nuances pode ajudar a tornar a análise de sua vizinhança mais aplicável e precisa. Você pode aproveitar os recursos disponíveis e tomar decisões acertadas que levam uma série de fatores em consideração, além de executar uma análise comparativa de mercado . Expandir seu escopo para outros bairros e áreas tem o potencial de aumentar o valor de uma propriedade e garantir o maior retorno para você.

Gostou destas dicas? Compartilhe estas informações com quem deseja estudar os melhores bairros para morar em Curitiba!