A tecnologia vem inovando diversas áreas dentro do mercado mundial, são inúmeras plataformas e aplicações para auxiliar empresas e pessoas. E quando falamos de um sistema de gestão para empresas, ela se torna a protagonista deste assunto. 

No entanto, a força de vontade de alguns profissionais, consegue trazer algo novo para o seu negócio. 

Portanto, hoje, vamos falar sobre os benefícios de um sistema de gestão escolar juntamente com dicas práticas para ajudar você, profissional, que trabalha na área da educação, a trazer tecnologia e inovação para o seu trabalho. 

O que é um sistema de gestão? 

Para isso, precisamos explicar primeiro o que de fato seria esse sistema. Um sistema de gestão nada mais é do que um conjunto de ferramentas online que visam a automatização e processos dentro de qualquer negócio.

Seja uma distribuidora de insufilm ou uma escola, que é o nosso foco hoje. 

Quando falamos da automatização de processos, nos referimos a oportunidade de poder fazer várias coisas ao mesmo tempo, algo que um ser humano dificilmente conseguiria fazer tão rápido e eficientemente quanto uma máquina. 

O sistema de gestão vem justamente para isso, para simplificar e realizar processos que tomariam muito tempo de um profissional o que administra uma empresa de restauração de fachadas preço, por exemplo. 

Ele consegue organizar e verificar processos relacionados a diversas áreas dentro de uma escola, como:

  • Financeiro;
  • Notas;
  • Culinária;
  • Aulas;
  • Provas;
  • Intervalos;
  • Férias;
  • Dados e outros. 

São tantas coisas que o sistema de gestão consegue organizar e verificar de uma só vez que se fossemos listar, não haveria espaço suficiente. 

Assim como a internet se tornou essencial para encontrar informações como o valor do exaustor insuflador industrial, o sistema de gestão surgiu para trazer facilidade e praticidade para a rotina dos profissionais de educação. 

Benefícios de um sistema de gestão para escolas 

Um sistema de gestão traz inúmeros benefícios para qualquer tipo de negócio, mas selecionamos alguns que mais se destacam quando falamos desse sistema integrado dentro de uma escola. Confira: 

Otimização do tempo 

Como mencionamos anteriormente, um bom sistema de gestão garante a otimização do tempo dos funcionários de uma escola, fazendo com que eles dediquem seu tempo a outros projetos também. 

Sendo assim, uma escola que fornece  cursos profissionalizantes, como mecânica ou manutenção em sistema de prevenção e combate a incêndio não precisa gastar horas verificando e organizando dados de alunos, pois o sistema de gestão já consegue fazer isso. 

Com isso, torna-se ainda mais prático organizar o que for necessário dentro da instituição sem que se gaste um longo tempo dos funcionários, tempo esse que poderá ser dedicado a outras questões.

Redução de custos  

Além disso, o sistema de gestão também fornece uma grande redução nos custos da escola, os gastos com manutenção e operação, por exemplo, já conseguem ser cortados com um sistema integrado.

Assim como um cliente que pesquisa pelo termo “Bpm software preço” deseja encontrar um produto que caiba no seu bolso, uma escola também precisa estar a par de tudo o que entra e sai da empresa para que não haja prejuízos futuros. 

Com esse sistema de gerenciamento, fica ainda mais fácil controlar toda essa parte e verificar com rapidez e eficiência todos os pontos financeiros dentro da instituição. 

Melhora a comunicação entre a escola e os alunos

Não é novidade para ninguém a diferença e a importância que a comunicação tem em qualquer empresa, e isso não sai de cenário quando falamos sobre a relação entre uma escola e seus alunos. 

Da mesma maneira que uma  fabricante de ponta de gôndola se preocupa em fornecer o melhor atendimento de forma personalizada e eficiente para as pessoas da cidade.

Uma instituição escolar precisa se atentar ao tipo de atendimento que está fornecendo aos seus alunos e responsáveis.

Com um bom sistema de gestão integrado, o atendimento e a comunicação entre eles se torna ainda mais prático. 

Os alunos e seus pais não precisam mais aguardar horas e horas para serem atendidos, pois um simples sistema consegue ajudá-los. 

Além disso, o sistema de gestão escolar também ajuda a manter um relacionamento com esses clientes e fazê-los entender a importância de cada um dentro do ambiente escolar.

Dicas para escolher o sistema de gestão para sua escola  

Dada a importância de tudo que falamos acima, por fim, separamos algumas dicas para te ajudar a selecionar um bom sistema de gestão para sua escola de acordo com o que você precisa. Confira.

Liste suas dificuldades 

Desde o início deste texto estamos abordando o quão bom é um sistema de gestão e sua praticidade na hora de resolver problemas, mas não há como um sistema de gestão fazer isso se você não souber quais problemas ele terá que resolver. 

Vamos imaginar que uma pessoa deseja ir a um despachante curitiba centro.  Se ela não listar quais os desafios de ir até o local, ela poderá passar por grandes apertos, como se perder.

Por isso, liste todos os problemas e desafios que a sua escola apresenta, pois será com base nisso que você conseguirá encontrar um sistema de gestão apto para resolver os seus problemas. 

Pesquise bastante 

Vivemos em uma era muito privilegiada por contar com a internet, e ela vem ajudando diversas pessoas ao redor do mundo a estudarem e encontrarem informações que precisam. 

Hoje, uma pessoa consegue encontrar diferentes temas, como automação pneumática industrial, por exemplo,  apenas com poucos cliques, isso mostra como a tecnologia avançou e entregou para as pessoas uma maneira ainda mais fácil de se encontrar o que precisa. 

Por esta razão, não deixe a internet e as redes sociais de lado, pesquise tudo o que precisar e esclareça suas dúvidas por meio de sites profissionais e confiáveis sobre o assunto. 

Se for necessário, entre em contato com profissionais da área ou colegas de trabalho que já possuem um sistema de gestão escolar integrado, a opinião e experiência deles também pode ajudá-lo a saber qual o melhor sistema para a sua escola. 

Planeje a implementação 

Quando se decide implantar um sistema de gestão dentro de qualquer empresa, é sabido que quase todos os funcionários terão acesso a ele e precisam saber como ele funciona. 

Por isso, planeje como irá funcionar a implementação do sistema dentro da sua escola conversando com os seus funcionários para saber o que eles acham da novidade e se todos estariam dispostos a aprender a mexer neste tipo de sistema. 

Com isso, você pode até mesmo oferecer treinamentos que não só ajudarão seus colaboradores a entender mais sobre o sistema, mas agregará valor e conhecimento na vida profissional de cada um deles. 

Qual a importância de um sistema de gestão escolar? 

Muitas pessoas se perguntam o por que instalar um sistema dentro de uma escola e como isso irá ajudar a mudar um ambiente que parece condenado a viver para sempre dentro de um sistema precário e desigual que é a educação no Brasil. 

Dentro das escolas vemos crianças e adolescentes, cada um deles pode ser o médico, o advogado, o engenheiro ou o psicólogo de amanhã. 

É necessário fornecer a eles a melhor estrutura e confiança para que os estudos não se tornem apenas uma obrigação, mas um prazer.

Implementar um sistema de gestão nas escolas vai muito além de só trazer praticidade e melhorias para os funcionários da instituição. 

Pois, é uma forma de mostrar aos alunos a importância de cada um deles e como a preocupação com o bem estar de cada um é a prioridade. 

Ele mostra que qualquer um está apto e pronto para aprender algo novo, por mais difícil que pareça, quando contamos com o esforço e pessoas dispostas a nos ajudar podemos chegar aonde quisermos. 

Um sistema de gestão traz consigo um conceito de tecnologia e inovação, o que desperta nas crianças e adolescentes a esperança de um mundo mais simples e acessível para todos. 

Dessa forma, você não cria apenas um espaço acessível para seus funcionários, mas também um ambiente de esperança e incentivo aos seus alunos. 

Considerações finais

Portanto, com as dicas acima se torna mais fácil a compreensão da importância do papel da tecnologia dentro do nosso mundo, o que certamente se estende para outras áreas importantes como a da educação. 

Para que assim, de uma forma geral, todos os profissionais da educação espalhados pelo Brasil e pelo mundo, possam reunir mais conhecimento a todo o esforço, amor e empenho que colocam em suas profissões. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Dentre tantas estratégias e áreas criadas dentro do universo digital, o marketing de serviços vem ocupando um importante espaço e mostrando seu poder e influência. 

Ele está mais presente na nossa rotina do que possamos imaginar, são diversos negócios e profissionais que se dedicam a este tipo de trabalho e conseguem ajudar outras pessoas e gerar uma boa fonte de renda. 

Por isso, hoje vamos abordar tudo sobre este assunto e o que você precisa saber para utilizá-lo de maneira eficaz para obter grandes resultados. 

O que são serviços? 

Para começo de conversa, vamos aprender o que são serviços e para o que eles servem. 

A palavra serviço é derivada da palavra servir, ou seja, é algo que você faz com a intenção de ajudar um outro alguém. 

Uma pessoa que procura por um uma empresa que faz transferencia de veiculos em campinas, procura alguém que preste este serviço da melhor maneira possível para ajudá-la a se tornar um bom profissional ou apenas saber mais sobre o assunto. 

Portanto, tudo o que envolva o tempo e o esforço de uma pessoa para com um outro alguém, pode ser considerado um serviço. 

Portanto, dentro do meio digital, existem vários, como:

  • Mentorias;
  • Consultorias;
  • Comunidades fechadas;
  • Cursos ao vivo;
  • Palestras. 

Existe muito espaço e muitas opções para que você crie um serviço e o divulgue dentro das redes sociais através do marketing de serviço. 

Marketing de serviço: o que? 

Sendo assim, quando falamos de marketing de serviços, nos referimos a um conjunto de estratégias que visam a maior e melhor divulgação deles, seja por meio das redes sociais ou não. 

Sabemos que o marketing digital é algo revolucionário e que vem mudando a realidade de diversos negócios.

Porém, muitas pessoas ainda gostam do marketing tradicional, aquele boca a boca que ainda é muito utilizado no mundo dos negócios. 

Um usuário que procura pelo serviço de Stopper pdv, pode querer realizar todo o processo de contratação via online.

Portanto, sua marca precisa se adaptar a isso caso queira aumentar os seus resultados. 

É muito importante que conheça bem o serviço e o seu público-alvo, dessa forma, fica mais simples saber como agradá-los e fidelizá-los a sua marca. 

Além disso, é importante conhecer conceitos do marketing, como os 7 P’s.

Os 7 P’s do marketing 

Os 7 P ‘s do marketing é um conjunto de 7 pilares defendidos pela área e que precisam ser estudados por qualquer pessoa que pretenda utilizar o marketing como ferramenta de trabalho e divulgação. 

Eles irão te ajudar a analisar o seu serviço de maneira mais lógica para saber o que está certo ou errado nele, confira: 

  1. Produto

Pode achar estranho falarmos sobre produto dentro de um artigo que fala sobre marketing de serviços.

No entanto, todo serviço também gera um produto que agrega valor à vida do cliente.

Se uma pessoa deseja saber sobre conexões inox sp, ela provavelmente irá comprar uma, se encontra-lá pelo preço que deseja. 

Quando se oferece um serviço, também se oferece expectativas e informações que mudarão a perspectiva daquele cliente. 

Portanto, conhecer bem o seu serviço é fundamental para que não fuja dele na hora de produzir anúncios ou campanhas para atrair mais clientes. 

  1. Preço

Alinhar um preço justo para o seu serviço é um grande desafio, isso porque é necessário avaliar tudo o que ele oferece, o esforço que dedicou a isso e como ele irá impactar a vida dos seus clientes. 

Assim como uma loja de móveis em Castanhal também possui dificuldades na hora de acertar um valor. para seus móveis.

O profissional que oferece um determinado serviço também passa por esse momento difícil, mas a solução é mais simples do que parece. 

Pesquise bastante sobre o seu serviço, olhe o que seus concorrentes oferecem, e o mais importante, ouça o seu público para saber se eles estariam dispostos a pagar o preço que você pensou, pelo seu serviço.

  1. Praça

Praça refere-se ao lugar onde o seu serviço será prestado, se será necessário alugar um espaço, usar a sua própria casa ou se ele pode ser feito a distância. 

Por exemplo, uma empresa que realiza exame de sangue gato, dificilmente poderá realizar o seu trabalho de casa, e por isso, precisará de um espaço físico para isso. 

Já um mentor, pode realizar sua mentoria de sua casa por meio de videochamadas. 

Conhecer a praça do seu serviço é extremamente importante para que não desperdice dinheiro e nem prometa algo que não conseguirá cumprir, aos seus clientes. 

  1. Promoção 

Muitas pessoas acham que o pilar de promoção está ligado a algum desconto que a empresa pode fornecer em seus serviços ou produtos, como diminuir em 50% o prensa enfardadeira preço.

Entretanto, ele vai muito além disso, a promoção diz respeito à linguagem e comunicação usada pela marca perante os seus clientes e seguidores, seja ela por meio de anúncios, campanhas ou atendimentos. 

É necessário uma comunicação direta, assertiva e humanizada, para que seus clientes se sintam à vontade com a sua marca e confiantes em adquirir o seu produto. 

  1. Processos 

Os processos são ações que devem ser definidas internamente, ou seja, entre a própria equipe da empresa, tudo para facilitar a jornada do cliente e entender o perfil de cada um deles. 

Traçar passos e processos que ajudarão sua equipe e seus clientes farão toda a diferença no final, pois ambos saberão exatamente o que fazer no caso de imprevistos ou erros. 

  1. Pessoas 

Todo tipo de negócio, venda ele serviços ou produtos, é composto por pessoas do início ao fim. 

Desde o fundador da empresa até o cliente, todos são seres humanos que precisam de um relacionamento personalizado e humanizado.

Se você encontrar dados que comprovem o aumento da procura pelo preço de um projeto eletrico completo, é porque por detrás daquele número existiram pessoas que realizaram aquela pesquisa, e se preocupar com elas é essencial para o seu negócio. 

Em um mundo onde as pessoas não se importam mais umas com as outras, fazer da sua marca um lugar e um espaço para que todos possam opinar e expressar suas ideias, com certeza será um diferencial no mercado. 

  1. Palpabilidade 

Por último, mas não menos importante, a palpabilidade, que se refere a algo mais concreto do que o serviço prestado. 

Por exemplo, um cliente não consegue pegar em suas mãos a mentoria que realizou com você.

Entretanto, quando ele encontra um perfil nas redes sociais ou um website bem organizado, ele sente que aquilo está nas palmas de suas mãos. 

Essa sensação acaba criando um vínculo ainda maior entre empresa e consumidor, o que aumenta a confiança, intimidade e segurança entre vocês. 

Marketing de produtos e serviços: qual a diferença? 

Muitas pessoas se perguntam qual a diferença entre o marketing de produtos e o marketing de serviços.

E entre tantas características que podemos citar, uma das principais é a variedade que existe entre eles. 

Enquanto um produto oferece exatamente o mesmo para todos os clientes, um serviço pode ser diferente do outro.

Isso porque quando um serviço é prestado, existem uma série de fatores que podem atrapalhar ou ajudar o profissional. 

Vamos imaginar que uma Empresa de instalação de Câmaras Frigoríficas foi realizar um determinado serviço em um restaurante e naquele mesmo dia houve uma grande tempestade, eles provavelmente irão reagendar o serviço ou realizá-lo de qualquer jeito. 

Diferente de um produto, que poderá ser entregue em seu perfeito estado independente do clima, horários, tempo ou condição. 

Lembrando que existe uma imensidão de diferenças entre produtos e serviços, mas ambos apresentam inúmeros benefícios tanto para quem os produz quanto para quem os recebe. 

Dicas para colocar o marketing de serviços em prática 

E para finalizar, selecionamos uma lista com algumas dicas para te ajudar a colocar o marketing de serviços em prática, seja você um profissional autônomo ou funcionário de uma empresa que presta serviços. 

Conteúdos de qualidade: produza-os

Por meio de conteúdos valiosos e educativos, você consegue educar seu público e provar a qualidade do seu serviço, o que atrai ainda mais clientes para o seu negócio. 

Foque nas pessoas 

Como mencionamos em um dos P’s do marketing, as pessoas são extremamente importantes para o seu negócio.

Por isso, mantenha sempre o foco e a comunicação com seus funcionários, clientes e pessoas que contribuem para a qualidade do seu serviço. 

Estabeleça metas

Um negócio sem metas é um negócio sem direção, por isso, é extremamente importante que trace os objetivos do seu negócio e onde pretende chegar para que as estratégias usadas dentro da sua empresa favoreçam essa jornada. 

Assim, o marketing de serviços será apenas um auxílio na construção do sucesso da sua marca e o aumento dos seus resultados, fazendo seu serviço se tornar uma referência no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

A hérnia abdominal é caracterizada por um abaulamento de algum órgão localizado no abdômen para fora do corpo. Geralmente, a pessoa não apresenta nenhum sintoma, mas, quando o orifício da passagem dos órgãos fica mais estreito, acontece a chamada hérnia encarcerada ou estrangulada, que pode apresentar sinais como:

  • Dor;
  • Inchaço ou caroço na região da barriga, principalmente acima ou dentro do umbigo e na virilha;
  • Vermelhidão no local;
  • Náuseas e vômitos, especialmente quando há torção dos órgãos herniados.

Esta condição tem grande potencial para se tornar grave, e deve ser tratada com cirurgia o mais rápido possível — pois há risco de a circulação de sangue para os órgãos ser interrompida, gerando inflamação, perfuração, infecção e morte das células (necrose).

Cirurgia de hérnia abdominal 

O único tratamento eficiente para a hérnia abdominal é a cirurgia, porém, quando a hérnia é pequena, ou no caso de hérnia umbilical (que ocorre em bebês), ela pode regredir sozinha. 

A cirurgia é realizada em centro cirúrgico, com anestesia local ou raquidiana, e pode ser feita com a abertura do abdômen (cirurgia convencional), por videolaparoscopia ou cirurgia robótica, em um procedimento que dura cerca de uma hora. 

O objetivo do procedimento é empurrar os órgãos para dentro do abdômen. Em seguida, a incisão é fechada com sutura. Quando os músculos da barriga estão muito enfraquecidos, pode ser necessária a colocação de uma tela para reforçar a proteção e reduzir as chances de formação de uma nova hérnia.

Riscos de recidiva da hérnia abdominal

O uso das telas é uma das principais medidas para evitar os casos de recidiva, mas, independentemente da técnica de cirurgia e do material utilizado durante a cirurgia, existe o risco do retorno da hérnia abdominal. A recidiva é mais frequente quando a cirurgia é realizada pela técnica convencional, ou seja: aberta. 

Isso ocorre porque, nela, é utilizado o próprio tecido rompido para fazer uma religação, que nada mais é que uma costura entre as partes separadas. Mas como esse tecido já está desgastado e frágil, a tendência é que ele não consiga manter a segurança dos pontos. Porém, quanto menor for a hérnia, menor o risco de recidiva.

Existem alguns fatores de risco que podem contribuir para o retorno da hérnia abdominal. São eles:

  • Tabagismo;
  • Obesidade;
  • Diabetes;
  • Infecção pós-operatória;
  • Falta de nutrientes suficientes no organismo;
  • Prática de atividades físicas intensas;
  • Cirurgias realizadas em regiões contaminadas (apendicite supurada);
  • Pegar peso acima de dez quilos nos primeiros dias após a cirurgia.  

Existe ainda a possibilidade de uma hérnia recidivada surgir a partir do orifício mínimo realizado pela laparoscopia, que não foi devidamente cicatrizado.

Com o uso da tela cirúrgica, utilizada para fortalecer a parede abdominal no local da hérnia abdominal, o risco de retorno é reduzido significativamente, assim como a dor pós-operatória.

A recuperação muitas vezes demora mais do que o paciente espera. Até mesmo as cirurgias minimamente invasivas, como a laparoscopia, requerem um repouso mínimo de quinze dias para atividades com excesso de carga, para que não ocorram fadigas desnecessárias e dores.

 

Não é possível saber se a hérnia abdominal pode voltar ou em quanto tempo isso pode ocorrer. Porém, é importante seguir as recomendações de repouso do seu médico de forma adequada. Isso contribui para uma cicatrização eficaz e diminui o risco de recidiva. 

 

 

Quando a pele passa por algum procedimento cirúrgico, inicia-se um processo vagaroso de cicatrização. É ideal evitar os raios solares, pois altera as caraterísticas da cútis por causa da irradiação, atrapalhando o processo de restauração tecidual, como por exemplo, na rinoplastia, onde as ondas solares inflamam o tecido operado causando edemas e manchas permanentes.

Sol após a cirurgia plástica

Estar atento ao tratamento desde o pré-operatório, dispõe o organismo para realização do procedimento, seja a intervenção de mamoplastia ou rinoplastia, ou qualquer outra cirurgia é necessário a preparação da melhor forma possível.

Antes da cirurgia alguns cuidados são importantes para bons resultados. É necessário seguir as recomendações: evite bebidas alcoólicas, tenha uma alimentação leve, pause o uso do tabagismo, respeite o tempo de jejum, evite se expor ao sol, beba água até o horário informado e suspenda o uso de remédios, conforme orientações médicas.

De maneira geral, o paciente deve ser orientado quanto a exposição aos raios solares após a realização do procedimento, pois sol e cirurgia plástica não combinam. É importante saber que o processo de cicatrização sofre danos se o paciente não seguir as orientações necessárias. 

Recomendações para exposição ao sol 

Depois de qualquer procedimento cirúrgico, não é aconselhado tomar sol diretamente na área operada, por no mínimo 30 dias. Essa orientação não é complicada, pois as intervenções necessitam de repouso, para que a cicatrização aconteça de forma correta. Algumas recomendações para modalidades cirúrgicas: 

  • Cirurgias moderadas no rosto – como liftings ou correções de sobrancelhas, enquanto houver manchas no rosto o sol deve ser evitado. Caso seja necessário se expor, o uso de muito protetor solar é ideal para cobrir e proteger a área operada.
  • Cirurgias complexas no rosto – para intervenções mais extensas e recuperação mais vagarosa, como a rinoplastia, plásticas na testa, queixo e outras áreas. A instrução é evitar os raios solares para evitar manchas permanentes. 
  • Cirurgias nos seios – para beneficiar o bem-estar do paciente, o ideal é seguir o período recomendado de repouso para favorecer a cicatrização do local. O sol deve ser evitado na área para não comprometer a regeneração tecidual. 
  • Cirurgias em outras áreas – independente da região como braços, panturrilha e as variedades de lipoaspiração, preservar-se de ambientes com sol é adequado para obter bons resultados no processo de cicatrização.

Dicas para proteger a cicatriz dos raios solares

Muitos cuidados no pós-operatório podem ser praticados, principalmente no verão, aspirando a proteção solar do paciente, evitando danos estéticos. Conheça algumas recomendações, como o protetor solar que deve ser aplicado de três em três horas evitando desgaste na pele.

Também é ideal ingerir no mínimo dois litros de água ao dia, pois assim é possível manter a pele hidratada, influenciando na elasticidade e jovialidade, além disso, investir em hidratantes garante a regeneração da cútis. Uma alimentação correta contribui para boa recuperação e cicatrização.

Para que o procedimento e a saúde de sua cútis se mantenham saudável é ideal a proteção contra o sol, como na rinoplastia ou em qualquer outra cirurgia, pois evita-se complicações, escurecimento da pele ou manchas permanentes. Em caso de dúvidas, realize um consulta com o médico.  

 

A popularidade da harmonização facial entre famosos tem motivado a curiosidade e até mesmo a desconfiança do público em relação ao tratamento, principalmente no que se refere aos resultados e a relação com o Botox.

O Botox®, na verdade, é o nome comercial da primeira empresa a vender a substância toxina botulínica para fins estéticos no Brasil, portanto, existem outras empresas que, atualmente, disponibilizam a substância para tratamentos como a harmonização facial.

A seguir entenda melhor o que é a harmonização facial e também como a toxina botulínica é usada nesse tratamento estético.

O que é a harmonização facial? 

A harmonização facial consiste na junção de diferentes técnicas para promover uma face mais simétrica e harmônica aos pacientes. Trata-se de uma abordagem pouco invasiva, realizada no consultório dermatológico e sem necessidade de afastamento das atividades.

Para realização da harmonização facial o dermatologista conduz inicialmente um estudo da face do paciente, entendendo as insatisfações dele com o rosto e também as expectativas com o tratamento.

A avaliação especializada é fundamental, pois a harmonia da face é uma referência muito subjetiva. Por exemplo, uma insatisfação com as bochechas proeminentes pode ser causada pela falta de projeção do queixo e do nariz.

Dessa forma, o dermatologista ou cirurgião plástico são os profissionais mais qualificados para compreender as sutilezas da estética facial e determinar qual a abordagem mais satisfatória.

Essa análise inicial é relevante, pois a harmonização facial pode incluir diferentes técnicas de acordo com as necessidades do paciente, como:

  • aplicação de toxina botulínica;
  • aplicação de ácido hialurônico;
  • preenchedores faciais;
  • rinomodelação;
  • bichectomia;
  • microagulhamento;
  • peeling;
  • lifting com fios.

Com isso, a escolha de quais tratamentos vão compor a harmonização facial é tão importante quanto a condução das diferentes técnicas. 

Como a toxina botulínica é usada na harmonização facial?

Apesar da diversidade de possibilidades, a aplicação de toxina botulínica é uma abordagem que frequentemente é incluída nos tratamentos de harmonização facial.

A toxina botulínica é uma proteína extraída da bactéria Clostridium botulinum responsável pela doença botulismo, no entanto, a versão para tratamentos estéticos é purificada e manuseada em pequenas proporções. 

Quando aplicada no músculo, a toxina botulínica funciona como um bloqueador neuromuscular, impedindo a transmissão de estímulos dos neurônios para os músculos, que não respondem. Dessa forma, a substância impede os movimentos do músculo específico.

A repetição dos movimentos da face, como ao falar, comer, franzir a testa ou pressionar os olhos, é a principal responsável pelo surgimento das rugas e intensificação das linhas de expressão.

Dessa forma, a toxina botulínica age reduzindo as rugas dinâmicas, que são aquelas que se movimentam conforme as expressões faciais. Com isso, o tratamento visa, principalmente, o rejuvenescimento facial e também a prevenção do surgimento ou intensificação desses sinais.

Os resultados com a toxina botulínica, assim como de outras técnicas que compõem a harmonização facial, são temporários, durando cerca de 6 meses após a aplicação quando os neurônios criam novos caminhos de comunicação com os músculos.

A quantidade e forma de manuseio da toxina botulínica e de outras substâncias usadas na harmonização facial são determinantes para bons resultados estéticos e segurança do procedimento, de forma que é imprescindível que a técnica seja conduzida por um dermatologista.

 

É comum as pessoas acreditarem que, ao fazer um procedimento de lipoaspiração, elas conseguiram emagrecer. É preciso ficar claro que a cirurgia não tem o objetivo de perda de peso, mas sim o de melhorar o contorno corporal. Sua indicação é para pacientes que estejam dentro de um peso considerado adequado e que não conseguem se livrar daquela gordurinha localizada apenas por meio de dietas ou exercícios físicos.

Por questões de segurança, há um limite de gordura que pode ser retirado a cada lipoaspiração, sendo que esse volume varia entre 5% e 7% do peso total do paciente. O exagero pode debilitar o organismo porque, junto com a gordura, há também aspiração de sangue. 

Mas por que é preciso perder alguns quilos antes da lipoaspiração? 

Porque os resultados serão melhores. Quanto mais fora do peso a pessoa estiver, mais discreto será o resultado. Certamente, em pessoas mais magras, os efeitos da lipoaspiração são mais perceptíveis.

Quando uma pessoa que está acima do peso se submete a uma lipoaspiração no abdômen, por exemplo, corre-se o risco de um desequilíbrio entre essa região, que ficará mais afinada e modelada, e as demais áreas do corpo, como braços, bochechas e pernas. Quando o emagrecimento ocorre de maneira completa, as formas ficam mais harmoniosas e bonitas. 

A lipoaspiração também não elimina a flacidez. Por isso, este é um tipo de procedimento que deve ser realizado em pacientes que apresentem boa elasticidade na pele, pois só assim, após a retirada de gordura, a pele se retrai e se acomoda na região.

Caso o paciente deseje, é possível utilizar a gordura retirada no procedimento e enxertá-la em outras partes do corpo, como nos glúteos, para aumentar o volume ou, ainda, corrigir irregularidades em outras regiões. 

Quem tem os melhores resultados?

Apesar de poder ser feita em quase todas as pessoas, mesmo em mulheres que ainda estão amamentando, os melhores resultados são atingidos em pessoas que:

  • Estão no peso certo, mas possuem alguma gordura localizada em uma área específica;
  • Estão ligeiramente acima do peso (até 5 Kg);
  • Têm excesso de peso com IMC até 30 Kg/m² e não conseguem eliminar gordura apenas com a alimentação e plano de exercício físico.

Nos casos de pessoas que possuem um IMC superior a 30 Kg/m², existe um aumento do risco de complicações deste tipo de cirurgia e, por isso, deve-se tentar emagrecer antes de fazer a lipoaspiração.

Os resultados da lipoaspiração só aparecem cerca de três meses depois da cirurgia. No primeiro mês é até possível ter uma noção do resultado, mas o corpo ainda está muito inchado. O resultado final só será visto de três a seis meses após a operação. A cicatrização completa da cirurgia só acontece depois de dois anos.

Para garantir resultados satisfatórios e duradouros, procure não oscilar de peso após a cirurgia, adote uma dieta equilibrada, pratique exercícios físicos, beba muita água e faça massagens modeladoras.

Se depois da lipoaspiração houver ganho de peso, e este for pequeno ou moderado, não há risco de perda dos resultados. Porém, se o ganho de peso for considerável, as células de gordura restantes começam a armazenar os excessos, uma vez que as células gordurosas aspiradas não voltam.

Antes de se submeter a uma cirurgia de lipoaspiração, converse com o seu médico e esclareça todas as suas dúvidas. O cirurgião deve ser de confiança e habilitado para realizar o procedimento. 

 

 

Fibrose é o nome dado à formação de tecido conjuntivo que, em geral, faz parte do processo de cicatrização cirúrgica. Pode ser considerada como uma espécie de cicatriz interna nos locais que foram operados, seja por uma lipoaspiração ou por cirurgias plásticas de maior porte. 

A lipoaspiração é uma das cirurgias com mais chances de desenvolver fibrose. Neste tipo de procedimento ocorre um grande trauma interno nos tecidos abaixo da pele, por isso há o maior risco. Normalmente, ela é percebida quando a pele começa a apresentar áreas endurecidas e/ou quando o paciente tem a sensação de que está tudo repuxando.

Quando é pequena, é considerada pelos médicos como uma fibrose controlada. No entanto, pode surgir a chamada fibrose anormal, que causa dor e às vezes deforma a região da pele. Nesses casos, há a necessidade de o paciente seguir um tratamento de fibrose após a cirurgia plástica. 

Essas lesões começam a aparecer cerca de sete dias após o procedimento e diminuem em seis meses, mas não completamente, já que são como uma cicatriz interna. Fazendo um bom pós-operatório, elas ficam imperceptíveis aos olhos e quase imperceptíveis ao toque.

Tratamento da fibrose

A fibrose só exige tratamento quando sua dimensão e localização necessitam de atenção especial do médico. Normalmente, as fibroses diminuem de forma natural com o passar do tempo, após 60 ou 90 dias. As formas de tratamento variam de acordo com alguns fatores, como o tempo de ocorrência da cirurgia. 

Em muitos casos, o tratamento de fibrose pós cirurgia plástica é realizado com procedimentos estéticos, como drenagem linfática. Ou, conforme avaliação médica, ela pode ser tratada com medicamentos, principalmente quando há pouca capacidade de retração cutânea, ou com intervenções médicas.

Quando a fibrose causa dor ou deformidade, como em casos de abdominoplastia, o cirurgião pode fazer um procedimento para liberar as aderências da cicatriz interna, o que ajuda no resultado final.

Procedimentos estéticos podem ajudar

Quando a fibrose se formou depois de uma lipoaspiração, o tratamento pode ser realizado com drenagem linfática para retirar o líquido retido na região, que favorece a formação de cicatrizes. A drenagem pode ser iniciada no dia seguinte ao procedimento cirúrgico. Ela ajuda a reduzir lesões e melhora o processo de cicatrização, evitando ou tratando fibroses excessivas.

Outros procedimentos podem ser indicados pelo médico, como ultrassom, radiofrequência, laser e endermoterapia. A eficácia de tais tratamentos é maior quanto mais cedo for realizado o diagnóstico (em até um mês após a cirurgia). 

Como diminuir o risco de fibrose

A fibrose não é totalmente evitável, mas algumas medidas podem ajudar a diminuir a sua ocorrência:

  • A realização de uma técnica cirúrgica correta para diminuir o trauma aos tecidos é fundamental, por isto escolha um cirurgião plástico qualificado ao se decidir pelo procedimento; 
  • Sempre siga as orientações pós-operatórias do seu médico. Compareça às consultas de revisão na data e hora marcadas e, se tiver dúvidas ou perceber alterações no local operado, contate imediatamente seu médico;
  • Faça uso da cinta modeladora por um período médio de quatro semanas. A cinta comprime a área operada e auxilia na prevenção de fibrose excessiva.

A fibrose que ocorre após cirurgias plásticas tem tratamento, independentemente do tempo em que surgiu. Porém, quanto mais cedo for diagnosticada, mais fácil será solucionar o problema. Vale lembrar que qualquer tratamento deve ser orientado e acompanhado por um especialista.  

 

 

Uma vez que o papel do Facebook no campo do marketing de mídia social tem diminuído constantemente, a rede social Instagram, em particular, tem sido de enorme importância para as empresas. No entanto, não é tão fácil – especialmente como uma empresa ainda desconhecida – ficar envergonhado por massas de curtidas e seguidores no Instagram. Em primeiro lugar, ter uma conta do Instagram realmente bem-sucedida significa muito esforço e trabalho. Comprar seguidores reais no Instagram de especialistas da Masterfollow pode ser uma grande ajuda inicial.

Colete o máximo de interações possível

O algoritmo do Instagram atribui grande importância ao “engajamento”. No início, por exemplo, as postagens são mostradas apenas para dez por cento dos feeds de seguidores. No entanto, quanto mais comentários e curtidas uma postagem puder obter na primeira hora, mais frequentemente ela será exibida depois.

Também é importante responder às mensagens e comentários o mais rápido possível. Isso também é classificado como positivo pelo algoritmo. A propósito, a probabilidade de ser exibido na página Explorar também aumenta – esta é uma forma particularmente eficaz de coletar novos seguidores.

Também vale a pena interagir com outros usuários no Instagram para aumentar seu próprio número de seguidores. Outros perfis também devem ser visitados e alguns comentários devem ser deixados lá. É importante que os comentários contenham mais de quatro palavras, caso contrário o algoritmo irá avaliá-los como um “bot”.

Siga os perfis certos

Infelizmente, muitas empresas ainda usam a chamada estratégia de “seguir-deixar de seguir”. Você segue 100 contas aleatoriamente e espera que elas o sigam de volta. Assim que fizerem isso, eles deixarão de ser seguidos novamente.

Entretanto, esta abordagem dificilmente corresponde a um método lucrativo. Para construir seguidores de maneira profissional e sustentável, faz muito mais sentido seguir apenas as contas que se enquadram no respectivo grupo-alvo e que atuam no mesmo setor.

Não use aplicativos de terceiros

API pública do Instagram fechada em 2018. Desde então, os aplicativos exigem permissão explícita para acessar o Instagram. Com essa etapa, a rede social persegue o objetivo de evitar engajamentos falsos gerados por aplicativos de terceiros.

No entanto, ainda existem alguns aplicativos na app store que podem ser usados, por exemplo, para rastrear seguidores. Isso pode parecer tentador no início, mas é aconselhável evitar o uso de tais aplicativos.

Em última análise, esses aplicativos recebem acesso total à respectiva conta, o que aumenta significativamente o risco de um ataque de hacker. Também é provável que o Instagram vá puni-lo, reduzindo o alcance de sua própria conta ou até mesmo bloqueando-a por um determinado período de tempo.

Conte com conteúdo de alta qualidade

A dica mais importante para conquistar novos seguidores é postar conteúdo de alta qualidade.Para aumentar continuamente o seu próprio número de seguidores, novos e, sobretudo, conteúdos relevantes devem ser compartilhados regularmente. Como regra geral, recomendamos uma postagem por dia. Se muitas postagens forem postadas, alguns seguidores geralmente se perdem.

Quando se trata de fotos, o mais importante é um estilo uniforme e de alta qualidade. As empresas, em particular, nunca devem publicar fotos muito escuras, pixeladas ou inestéticas.

 

Nos últimos anos, a preocupação com a beleza e com a saúde da boca se tornou prioridade entre os brasileiros das mais diferentes idades. Com isso, o cuidado com a integridade e aparência dos dentes se tornou mais relevante do que nunca.

Além dos tratamentos estéticos odontológicos, como o clareamento e a aplicação da lente de contato dental, os costumes do dia a dia e o zelo com as estruturas dentárias são fundamentais para a manutenção de um sorriso mais brilhante.

Como a saúde bucal afeta o bem-estar do organismo

Dentes saudáveis são sinônimos de beleza e de um organismo mais forte. Isso porque, mais do que proporcionar a harmonia bucal, a integridade dentária pode interferir nos processos mastigatórios, na qualidade da digestão e até ser responsável pelo acometimento de doenças.

Algumas bactérias orais são inimigas conhecidas da saúde bucal, pois elas são responsáveis pela formação do biofilme dental que se acumula na superfície do esmalte dentário e facilita a formação do tártaro, das cáries e das inflamações gengivais.

Uma das doenças bucais mais graves é a periodontia. Ela acontece quando a inflamação gengival se agrava e passa a atacar as estruturas dos dentes, como os ossos e os nervos de sustentação.

Como consequência, ela pode causar a perda da massa óssea, o amolecimento dos dentes e a retração gengival permanente.

Além disso, ela pode ser um dos principais motivos da perda dentária e ainda estar relacionada com o surgimento de diversas doenças sistêmicas que acometem todo o corpo, como:

  • Enfermidades cardiovasculares;
  • Problemas respiratórios;
  • Propensão ao desenvolvimento de pneumonias;
  • Patologias gastrointestinais;
  • Indução do parto prematuro;
  • Agravamento de quadros do coronavírus, entre outros.

Sendo assim, a aparição de sangramentos gengivais, inchaço e o escurecimento da região precisa de uma supervisão profissional, que pode ser facilitada com o uso de um convenio odontologico.

No entanto, não são apenas as bactérias que podem estragar a aparência e o bem-estar bucal, por isso, confira a seguir 5 aspectos que afetam a qualidade da saúde bucal.

Comportamentos prejudiciais à saúde bucal

Além dos cuidados com a escovação, muitas ações do cotidiano podem afetar a saúde e a aparência da cavidade oral. Elas podem originar um aspecto estragado e apodrecido dos dentes e ainda comprometem sua funcionalidade.

Por isso, é preciso estar atento aos hábitos que podem parecer inofensivos, mas que podem estar danificando a sua boca.

  • Utilizar técnicas erradas de escovação

A higienização é importante para a saúde, mas fazê-la com qualidade é a parte mais essencial. Nesse sentido, muitas pessoas desconhecem que podem estar escovando os dentes errado e até prejudicando a saúde bucal no processo.

Por isso, é preciso esperar de 30 minutos a uma hora após as refeições para poder escovar os dentes para evitar que ocorra um processo abrasivo nas estruturas.

A escovação não deve ser feita de forma rápida e forte, pois a pressão exagerada cria micro lesões nas gengivas e propicia a retração e a inflamação dos tecidos.

Se você tem dúvidas sobre a sua rotina de limpeza, uma consulta de rotina com o dentista – feita pelo SUS, de forma particular ou por meio de um plano odontologico – pode ajudar. 

Nessas visitas, o profissional irá avaliar a sua escovação e dar dicas de como melhorar os processos.

  • Qualidade da alimentação

O consumo excessivo de amidos e doces são prejudiciais aos dentes, pois propiciam o acúmulo bacteriano e causam cáries. 

Mas o que muitos não sabem é que a ingestão de alimentos mais duros como nozes, castanhas, pé de moleque e pipoca são danosos, inclusive, para quem não usa aparelhos.

Isso porque, além de danificar os bráquetes do tratamento ortodôntico, essas comidas são capazes de trincar e até quebrar o próprio dente.

Assim, é recomendado ter cautela durante o consumo desses alimentos e não exagerar nas porções.

  • Tratamentos cosméticos dentais

Usar os benefícios oferecidos por um plano dental coletivo empresarial é fundamental para manter a aparência dos dentes, pois esse tipo de assistência odontológica facilita o acesso aos dentistas e previne diversas situações que podem ser até perigosas para os pacientes.

Na tentativa de manter um sorriso mais harmônico, muitas pessoas optam por versões caseiras de tratamentos odontológicos e, com isso, utilizam misturas de bicarbonato de sódio para clarear os dentes, por exemplo.

Esse tipo de ingrediente não apenas remove as manchas do esmalte dentário, como dissolve a própria estrutura de proteção dental, deixando o dente poroso, sensível e suscetível às bactérias bucais.

Assim, investir em um plano dental para MEI é a forma mais segura de cuidar da beleza do sorriso sem comprometer a saúde dos dentes, promovendo um cuidado integral, visto que estética, saúde e bem-estar são conciliados.

  • Hidratação inadequada

A saliva é uma barreira natural de proteção dos dentes contra as ações bacterianas, pois ela “lava” a boca com frequência, dificultando a fixação desses microrganismos. 

No entanto, algumas condições de saúde ou o uso de alguns medicamentos podem diminuir a produção salivar.

Deste modo, os dentes passam a ficar mais desprotegidos e, neste caso, o consumo constante de água auxilia no combate às cáries e aos danos bucais. 

Além disso, a falta de hidratação pode causar problemas na fala, mastigação e até na capacidade de sentir gostos, além de desregular a mucosa – favorecendo inflamações.

  • Hábitos de morder objetos

Em momentos de estresse, o costume de morder tampas de canetas, lápis ou até roer as unhas pode ser um método utilizado por várias pessoas para lidar com o incômodo do dia a dia.

Contudo, esses hábitos que podem parecer inofensivos podem machucar as gengivas, causar trincos e quebras dentárias, além de desgastar a superfície do dente provocando sensibilidade e dores.

Neste sentido, o acompanhamento com um plano odonto empresarial pode ajudar com o tratamento desses sintomas e com a prevenção do costume, bem como com tratamentos de recuperação e controle desses quadros.

No entanto, nesse caso, um atendimento multiprofissional pode ser necessário, como o suporte de psicólogos e terapeutas. 

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Pontos chave

  • Uma página de produto bem otimizada atrai consumidores no fundo do funil que já sabem exatamente o que desejam.
  • Faça sua pesquisa de palavras-chave! Para um SEO eficaz para páginas de produtos de comércio eletrônico, não presuma que apenas o nome do produto trará os melhores resultados.
  • Use a (s) palavra (s) -chave (s) escolhida (s) para criar “URLs falados”, tags de título, meta descrições e descrições de produtos.
  • Escreva descrições de produtos únicas e descritivas que ressoem com seu público-alvo.
  • Obtenha visual com imagens e vídeos de produtos.
  • Aprimore a usabilidade da página do produto e a experiência do cliente com análises, sugestões de produtos semelhantes, otimização móvel e opções de personalização.
  • Crie páginas sazonais quando apropriado, mas certifique-se de redirecioná-las quando não forem mais relevantes.
  • Otimize suas páginas de produtos com testes A / B.

É comum que os sites de comércio eletrônico dediquem uma grande parte de sua estratégia de SEO no local para otimizar a página inicial, como é o caso da Vocca, uma loja de calçados masculinos, as páginas de categoria e as páginas de conteúdo prioritário. Na verdade, eles costumam dedicar tantos recursos a essas páginas de alto funil que o SEO da página do produto de comércio eletrônico se torna uma reflexão tardia.

O raciocínio é que os produtos geralmente são exemplos perfeitos de palavras-chave de cauda longa em si mesmos. E é preciso menos esforço para classificá-los naturalmente para o nome de seu próprio produto.

Embora seja verdade, essa linha de pensamento cria uma oportunidade desperdiçada. Uma página de produto bem otimizada atrai tráfego direcionado com precisão, pronto para conversão e na parte inferior do funil (BoFu) . Esse tipo de tráfego, aquele em que o cliente já sabe exatamente o que deseja , vale seu peso em ouro.

No entanto, não é fácil “configurar e esquecer”. Veja como garantir que suas páginas de produtos atraiam todo o tráfego orgânico de alto valor que deveriam.

 

SEO para páginas de produtos de comércio eletrônico: o básico

É importante cobrir o básico primeiro para que você tenha uma excelente base antes de mergulhar nos componentes mais técnicos.

 

Pesquisa de palavras-chave da página do produto de comércio eletrônico

As pessoas frequentemente subestimam a dificuldade de otimização da página do produto de comércio eletrônico porque a pesquisa de palavras-chave tende a ser bastante direta. No entanto, é aqui que vale a pena fazer sua devida diligência.

Você se enganará em oportunidades de palavras-chave de menor volume se presumir que seu produto é relevante para uma, e apenas uma, consulta de pesquisa. Na verdade, escrevemos um post inteiro sobre o enorme valor das palavras-chave de cauda longa .

Não presuma que o nome do produto produzirá os melhores resultados e preencherá automaticamente suas tags de título. Em vez disso, faça uma pesquisa de palavras-chave sobre esse produto e crie uma lista de sementes com todos os nomes possíveis que seu cliente pode usar ao pesquisar o produto. Você pode se surpreender ao saber que as pessoas procuram seu produto usando muitas consultas de pesquisa distintas. Se essas palavras-chave tiverem um volume de pesquisa significativo, elas devem fazer parte de sua estratégia de otimização para aquela página.

Mesmo se você incorporar versões diferentes do nome do produto em sua estratégia de palavras-chave, provavelmente ainda terá espaço para obter consultas adicionais de cauda longa para a página do produto.

 

Exemplos de palavras-chave da página do produto

Por exemplo, um varejista internacional de móveis vende sofás de couro marrom. “Sofá de couro marrom” tem 1.800 pesquisas no Google por mês nos Estados Unidos, de acordo com o Ahrefs. Nada mal. Mas algumas pesquisas rápidas mostram que “sofá de couro marrom” recebe 3.100 pesquisas por mês. “Sofá de couro castanho” fica com 1.200.

Pense o mais especificamente que puder. Se uma pessoa não estivesse procurando pela sua marca (“Sofá de couro do artigo”), mas estivesse procurando pelo seu produto, o que ela procuraria? Pense em adjetivos, qualidades, recursos, cores, a proposta de valor do produto (“sofá de couro acessível”) ou o ponto problemático que ele aborda.

Aproveite esses termos descritivos em ferramentas de pesquisa de palavras-chave. Você pode descobrir uma oportunidade única de atingir um novo cliente na fase de “conscientização” que também está muito perto da fase de “compra”.

 

URL da página do produto de comércio eletrônico

Depois de ter suas palavras-chave alvo, sua primeira parada é o URL da página do produto. É fundamental incluir urls amigáveis ​​para SEO que sejam claras, simples e tão relevantes quanto possível.

É uma prática recomendada incluir uma palavra-chave em seu URL. No entanto, é ainda mais importante garantir que o URL diga ao consumidor exatamente o que ele deve esperar. Frequentemente, isso significa que o identificador de URL será o nome do produto. Você pode descobrir que precisa ajustar o nome do produto para torná-lo mais fácil de usar, e isso também está bom. O que não está bem? Números de produtos, jargões gerados automaticamente, URLs extremamente longos e URLs que não fazem sentido para o produto.

 

Tags de título da página do produto

Anteriormente, mencionamos que é importante não simplesmente preencher automaticamente sua tag de título com o nome do produto e seguir em frente. Isso é verdade, com uma ressalva: configurar o site para preencher automaticamente a tag com o nome do produto ou construir uma convenção de nomenclatura em uma planilha ainda é uma ótima maneira de cobrir muito território muito rapidamente. E é muito melhor do que não ter nenhuma tag (o que seria muito ruim). Portanto, para sites com muitos milhares de produtos, o preenchimento automático mantém o fluxo de movimento. Você pode ajustar cada tag a partir daí, de acordo com a prioridade.

O que torna uma tag de título incrível? Bem, uma tag de título deve ser descritiva para os motores de busca e atraente para o consumidor.

Provavelmente incluirá o nome do produto em primeiro lugar, mas você terá mais espaço para brincar com palavras-chave adicionais. No entanto, se as pessoas não estiverem pesquisando o nome completo do produto ou além de um certo nível de especificidade, você pode reservar esse imóvel prioritário para uma palavra-chave diferente.

E embora seja difícil escrever para cliques quando você tem pouco espaço, não negligencie as oportunidades de conversão. Adicione palavras-chave problemáticas à tag de título do produto. Ou use adjetivos atraentes para melhorar a taxa de cliques enquanto mantém suas metas de palavras-chave em primeiro lugar.

Por exemplo, se “Bolsa de couro italiana” estiver em sua etiqueta de título, considere alterá-la para “Bolsa de couro italiana chique”. Isso permite que você mantenha a integridade da palavra-chave e dê uma imagem mais intrigante para o cliente. Ele também faz isso sem ocupar muito espaço adicional na tag de título.